Alzheimer em jovens: como identificar?

By

A doença de Alzheimer é uma doença degenerativa cerebral, que causa um comprometimento progressivo nas funções do nosso cérebro. Os sintomas surgem aos poucos e inicialmente apresenta falhas de memória que com o decorrer do tempo podem se transformar em confusão mental, apatia, mudanças de humor e dificuldade de realizar tarefas simples do cotidiano.

Apesar de ser uma doença mais comum em idosos acima de 60 anos, é possível ocorrer em pessoas mais novas. Quando isso ocorre, afetando pessoas mais jovens, chamamos de Alzheimer precoce.

Principais sinais e sintomas do Alzheimer em jovens:

Como dito anteriormente, trata-se de uma doença progressiva, onde os sinais e sintomas vão surgindo aos poucos, por isso muitas vezes os primeiros sintomas são imperceptíveis, chamando atenção apenas ao longo dos meses com a progressão da doença.

Sintomas iniciais:

Esquecer onde guardou objetos;
• Ter dificuldade para lembrar nomes, endereços ou números;
• Guardar objetos em locais não habituais;
• Esquecer eventos importantes;
• Dificuldade para se orientar no tempo e espaço;
• Dificuldade para soletrar palavras ou fazer cálculos;

Sintomas avançados:

• Confusão mental;
• Fala sem sentido;
• Apatia e/ou depressão;
• Quedas frequentes;
• Falta de coordenação;
• Incontinência urinária e fecal;
• Dificuldade com tarefas diárias.

É importante ressaltar que a presença de um ou algum destes sintomas não confirma a presença da doença de Alzheimer, pois eles podem acontecer em outras situações.

Quando os jovens correm mais risco?

A doença de Alzheimer precoce é rara, ocorre em menos de 10% dos casos e acontece devido a causas genéticas hereditárias. Dessa forma, os jovens que mais correm risco são aqueles que possuem algum parente próximo com esse tipo de degeneração cerebral, como pais ou avós.

Leave a Comment

Your email address will not be published.

You may also like