Medo do escuro pode ser uma fobia?

By

Quando criança, a maioria de nós já sentiu medo do escuro, mas e quando esse medo nos acompanha até a vida adulta?

A nictofobia é um transtorno catalogado como fobia dentro dos distúrbios ou transtornos de ansiedade. Caracterizada pelo medo irracional da escuridão, a nictofobia faz com que o indivíduo não consiga permanecer muito tempo em locais escuros e até mesmo não consiga sair à noite.

Do que temos medo?

Geralmente a origem desse medo não está no escuro em si, mas sim nos perigos que ocorrem durante a noite, constantemente retratados em filmes de terror, por exemplo. Além disso, a falta de confiança e segurança também podem influenciar, principalmente se o indivíduo estiver sozinho.

Aproximadamente 1 em cada 10 adultos apresenta nictofobia ou algum dos sintomas característicos desse transtorno. Um adulto é capaz de analisar racionalmente as causas e as motivações de seus medos, mas nas fobias isso não acontece, desencadeando as sensações negativas mesmo diante de medos irracionais.

Alguns traumas vividos por crianças no escuro, como violência doméstica, abuso sexual, acidente de carro, entre outros, podem contribuir para o surgimento dessa fobia.

Principais sintomas

Os sintomas da nictofobia são físicos e mentais, ocorrendo assim que o indivíduo tem contato com um local escuro. São eles:

• Respiração ofegante;
• Batimentos cardíacos acelerados;
• Tremores;
• Dor no peito;
• Náuseas;
• Choro excessivo;
• Sensação de estar morrendo;
• Acordar várias vezes durante a noite;
• Tentar escapar de lugares ou ambientes escuros;
• Dificuldade de dormir sozinho;
• Recusar-se a sair de casa depois do anoitecer;
• Sempre olhar debaixo da cama ou guarda-roupas antes de dormir, verificando se não existe nada ou ninguém ali.

Tratamentos para a nictofobia

A boa notícia é que, como a grande maioria de fobias específicas, a nictofobia também tem tratamento. O plano inclui a terapia cognitivo-comportamental, cujo objetivo é desafiar as crenças e os medos sobre o escuro, de modo que os pensamentos negativos sejam substituídos por outros mais realistas e funcionais.

Leave a Comment

Your email address will not be published.

You may also like