Você conhece a síndrome das pernas inquietas?

By

Como o próprio nome sugere, a Síndrome das Pernas Inquietas é uma doença neurológica que se caracteriza pela sensação de desconforto nos membros inferiores, gerando uma necessidade urgente de levantar ou movimentar as pernas quando o paciente está sentado ou deitado.

Pode surgir em qualquer idade e costuma causar distúrbios do sono, gerando sonolência durante o dia e atrapalhar o sono durante a noite. Além disso esse distúrbio também pode atrapalhar as atividades da vida diária dos pacientes, gerando estresse nos ambientes de trabalho, sociais e até mesmo de lazer. 

Quais são os sintomas?

Os sintomas podem variar bastante, mas em geral podem ser divididos entre sintomas diurnos e noturnos, que incluem:

Sintomas diurnos – Quando o paciente está deitado ou sentado por algum tempo, como em palestras, aulas, eventos etc. Surge uma sensação de coceira, formigamento, friagem, alfinetadas ou agonia nas pernas, levando a uma necessidade de movimentá-las.

Ao movimentar as pernas, os sintomas são aliviados, o que leva algumas pessoas a balançarem as pernas ou baterem os pés no chão repetidamente, dando o nome para essa doença de síndrome das pernas inquietas.

Sintomas noturnos – Nesse caso o paciente apresenta dificuldade para pegar no sono, por causa de uma sensação ruim ao deitar-se na cama. Também pode acontecer de surgirem movimentos ritmados nas pernas durante o sono mais profundo, causando sonolência durante o dia.

Como é feito o tratamento?

A doença da síndrome das pernas inquietas não costuma ter complicações a longo prazo.

O tratamento é feito com medicações prescritas pelo médico, que geram o alívio dos sintomas e melhora a qualidade de vida do paciente, principalmente para os que sentem a maior parte dos sintomas durante a noite.

O tratamento ajuda a pessoa realizar atividades de lazer como viagens de avião por exemplo, com menos inquietação e desconforto.

Leave a Comment

Your email address will not be published.

You may also like