O que é e quais são os tratamentos para a estenose lombar?

By

A estenose espinhal lombar é um estreitamento do canal medular lombar que comprime os nervos que trafegam pela parte inferior das costas para as pernas.

Embora possa afetar pacientes mais jovens, devido a causas congênitas, é mais frequentemente uma condição degenerativa que afeta pessoas com 60 anos ou mais. O tratamento da estenose espinhal depende da localização da estenose e da gravidade dos seus sinais e sintomas.

Sintomas da estenose lombar

Os sintomas da estenose na região lombar pode gerar dores ou cãibras nas pernas ao ficar em pé por um longo período ou realizar atividades do dia a dia como caminhar. Outros sintomas também são muito comuns:

  • Dores locais nas costas, pernas, coxas, nádegas e que podem piorar ao ficar de pé.
  • Dormência nas pernas ou formigamento.

Cuidados com a estenose lombar

Se os seus sintomas são leves ou ausentes, seu neurocirurgião poderá monitorar sua condição com consultas regulares de acompanhamento. Ele pode oferecer algumas dicas de autocuidado domiciliares, recomendando fisioterapia, medicamentos ou exercício físicos para fortalecimento muscular. Anti-inflamatórios, antidepressivos e medicações anti-epilépticas podem ser usadas no tratamento medicamentoso para dor crônica.

A cirurgia pode ser uma opção caso os outros tratamentos não tiverem ajudado. Entre os procedimentos cirúrgicos que podem ser realizados para o alívio de dor, temos as injeções e a infiltração de corticoides e procedimentos cirúrgicos descompressivos.

Suas raízes nervosas podem estar inflamadas nos pontos em que estão sendo comprimidas com indicação em algumas situações para a infiltração de corticoides. A injeção de um medicamento esteróide (corticosteróide) no espaço ao redor do impacto não resolve a estenose, podendo ajudar a reduzir a inflamação e aliviar grande parcela da dor.

As infiltrações de corticoides não funcionam para todos e se forem repetidas podem enfraquecer os ossos e o tecido conjuntivo próximos, de modo que você só pode receber essas injeções algumas vezes por ano.

Cirurgia para estenose lombar

A cirurgia pode ser considerada se outros tratamentos não tiverem ajudado ou se seus sintomas são progressivos e incapacitantes. Os objetivos da cirurgia incluem aliviar a pressão na medula espinhal ou nas raízes nervosas, criando mais espaço dentro do canal medular. A cirurgia para descomprimir a área de estenose é a maneira mais definitiva de tentar resolver os sintomas de estenose espinhal.

São exemplos de cirurgias para o tratamento cirúrgico de estenose espinhal:

  • Laminectomia (remoção da lâmina da vertebral ampliando a dimensão do canal medular).
  • Laminotomia (remoção de apenas uma porção da lâmina).
  • Foraminotomia (ampliação cirúrgica da saída da raiz nervosa ao sair do canal espinhal).
  • Facetectomia medial (remoção de uma porção das articulações facetarias visando ampliar o canal medular).

E outros procedimentos de descompressão medular e fusão associada como ALIF (anterior lumbar interbody fusion), PLIF (posterior lumbar interbody fusion), TLIF (Transforaminal Lumbar Interbody Fusion), ou fusão posterolateral.

Embora as fusões sejam uma maneira útil de estabilizar a coluna vertebral e reduzir a dor, evitando-as, você pode reduzir os riscos em potencial, como dor pós-cirúrgica, inflamação e doença de nível adjacente da coluna vertebral. Desta forma a indicação de fusão é extremamente restrita e deve ser discutida com seu neurocirurgião.

Leave a Comment

Your email address will not be published.

You may also like