Crises epiléticas em recém-nascidos: conheça a síndrome de West

By

Caracterizada por crises convulsivas frequentes ao longo do dia, a síndrome de West é uma doença rara que inicialmente afeta bebês entre os 3 e 5 meses de vida. Mas o que causa essa doença e como o tratamento pode ser realizado?

O que é a síndrome de West?

A síndrome de West se manifesta através de crises convulsivas severas durante a infância, podendo afetar a saúde de diversas formas, causando espasmos musculares e até mesmo retardo mental.

Há três tipos de síndrome de West, que têm haver com o motivo da manifestação da doença. 

Síndrome de West sintomática: quando o motivo que causou a síndrome é conhecida. Geralmente, a baixa oxigenação cerebral após o nascimento é um dos motivos conhecidos.

Síndrome de West idiopática: caracterizada pela presença de lesões estruturais ou anomalias neurológicas, mas que podem apresentar melhora com tratamento a curto prazo.

Síndrome de West criptogênica: quando não há motivos conhecidos.

Os espasmos causados pela síndrome ocorrem como resultado de diferentes condições, podendo ser frequentes em recém-nascidos com baixo desenvolvimento e condições neurológicas que afetam o cérebro.

As condições pré-existentes também podem ocasionar a síndrome de West. Crianças com fenilcetonúria, esclerose tuberosa, infecções pré-natais e meningites podem apresentar a síndrome.

Sintomas da síndrome de West

Os principais sintomas da síndrome de West são a dificuldade no desenvolvimento psicomotor, as crises convulsivas diárias e a presença de problemas na saúde bucal, como bruxismo, respiração pela boca, doença infecto-inflamatória nos tecidos da gengiva e má oclusão dentária.

Tratamento para a síndrome de West

O tratamento é realizado com o uso de hormônios adrenocorticotrófico, fisioterapia e hidroterapia. Outros tipos de medicamento também podem ser usados e devem ser prescritos por um médico especialista. É importante ressaltar que o tratamento deve ser realizado o quanto antes, pois assim possíveis danos permanentes podem ser evitados.

 

Leave a Comment

Your email address will not be published.

You may also like