Acidente Vascular Cerebral – 3 passos para reconhecer o AVC rapidamente

By

Ao falarmos sobre AVC – Acidente Vascular Cerebral, precisamos compreender o que leva a ocorrer essa doença. No Brasil, estima-se que essa doença leve a óbito mais de 100 mil pessoas por ano, segundo o Ministério da Saúde. O AVC pode acontecer em qualquer idade, embora haja uma incidência maior após os 40 anos.

Fatores de risco para o AVC

De acordo com pesquisas e estudos, os médicos neurologistas afirmam que há maneiras possíveis de prevenir o AVC. A prevenção ocorre minimizando os fatores que possam levar ao Acidente Vascular Cerebral.

Ter doenças como hipertensão arterial, diabetes, colesterol e outras patologias cardiovasculares pode aumentar os fatores de risco do AVC. É importante se atentar ao uso do tabaco, pois o tabagismo também é um fator de risco.

Como acontece o Acidente Vascular Cerebral?

Na maioria dos casos – cerca de 80% -, o AVC isquêmico ocorre quando há o entupimento de um dos vasos sanguíneos cerebrais, o que causa obstrução ou redução do fluxo sanguíneo, afetando a vascularização da região.

Nos outros 20% dos casos de AVC, o que ocorre não é um entupimento, e sim o rompimento do vaso cerebral. Esse tipo de AVC está ligado geralmente a problemas de Hipertensão Arterial.

Como identificar um AVC

Quando o paciente sofre um AVC, é importante que o atendimento médico seja emergencial, evitando a perda de tempo. A rápida intervenção médica pode evitar o surgimento de sequelas graves da doença.

Para identificar o AVC, existe uma rápida checagem que você pode fazer ao suspeitar do problema. A técnica é chamada de S.A.M.U por alguns, e consiste em 3 passos de identificação.

S – Sorria: ao suspeitar de um AVC, peça para a pessoa sorrir. Durante um AVC, o sorriso da pessoa se apresenta de forma torta e irregular.

A – Abraço: durante um AVC, a força muscular diminui, o que causa dificuldade no movimento dos braços, impedindo o seu total controle.

M – Música: ao tentar cantar uma música, a pessoa que está sofrendo de AVC terá dificuldades, pois a fala fica embolada, o que dificulta a comunicação.

U – Urgência: se a vítima não conseguir realizar nenhuma dessas atividades, ligue para a emergência imediatamente. No tratamento do AVC cada segundo conta!

Para prevenir o AVC e outros problemas neurológicos, é importante que você possua uma rotina de consultas médicas com o neurologista, principalmente com o avanço da idade, quando as chances das doenças aparecerem aumentam. O Instituto de Neurologia de Ribeirão Preto está de portas abertas para a realização de consultas, exames e tratamento. Nosso atendimento é fundamentado na medicina humanizada, sempre priorizando o bem-estar do paciente. 

Leave a Comment

Your email address will not be published.

You may also like