Como identificar e tratar o TDAH?

By

O TDAH é um transtorno de causas genéticas que aparece na infância e, de modo geral, acompanha toda a trajetória do paciente. De acordo com pesquisas, o TDAH atinge no Brasil em torno de 3 a 6% da população infantil e 3% da população adulta. 

O TDAH se trata de uma combinação de desatenção com hiperatividade. Algumas vezes, o indivíduo não necessariamente apresenta a hiperatividade, e sim a desatenção corriqueira a crianças e adolescentes. Por isso, é necessário que a criança seja submetida a uma avaliação precisa acompanhada de uma análise aprofundada. 

 

Sintomas

Alguns sintomas relacionados à desatenção são frequentes aos que portam o transtorno, como a dificuldade de manter o foco em uma única tarefa por um longo período; a não correspondência aos direcionamentos voltados ao indivíduo; a dificuldade para organizar tarefas; a perda frequente dos próprios pertences, entre outros.  

Já a hiperatividade consiste em casos de impulsividade quando o paciente é impossibilitado de manter-se ativo, como em necessidade de espera, em situações de inércia e em ocasiões de interação em que é necessária a troca conversacional. 

 

Diagnóstico e tratamento

Para a formulação do diagnóstico é necessário que a criança apresente seis ou mais dos sintomas supracitados. Já os adultos precisam apresentar ao menos cinco dos sintomas acima mencionados, seguindo sempre uma relação de critérios específicos. O diagnóstico precoce é imprescindível para que o paciente consiga levar uma vida mais saudável. 

O tratamento é multidisciplinar, sendo necessário que o indivíduo realize acompanhamento com diversos profissionais da saúde. Além disso, podem ser utilizados psicoestimulantes capazes de diminuir os sintomas do transtorno. 

Leave a Comment

Your email address will not be published.

You may also like