O que é meningite? É fatal?

By

Meningite é a inflamação da meninge, membrana na qual recobre o sistema nervoso central. Do mesmo modo que o pulmão é envolvido pela pleura e o coração pelo pericárdio, o sistema nervoso central (cérebro e medula) é envolvido pela meninge, membrana que serve como barreira física contra agentes infecciosos. É uma doença grave, que pode ser fatal e costuma ser causada por agentes infecciosos, tais como bactérias, vírus e fungos.

Transmissão

O modo mais comum de contágio da meningite é através do contato com secreções respiratórias de pessoas infectadas. Para ser transmitida precisa de um contato prolongado com o vírus ou bactéria, e a transmissão não se assemelha a da gripe.

Familiares, namorados e pessoas que residem na mesmo local são aqueles com maior risco. A meningite também pode ser transmitida pela saliva, e épreciso que esse comportamento se repita com frequência para haver um risco elevado. Troca de beijos é um via perigosa de transmissão.

As bactérias não sobrevivem no ambiente, não sendo necessário isolamento dos locais onde foi registrado algum caso. Não há risco de transmissão de meningite durante velórios, porque o falecido não respira e, portanto, não libera bactérias nas secreções respiratórias.

Apesar de geralmente ser causada por germes infecciosos, a meningite também pode ter origem em processos inflamatórios, como câncer, lúpus, reação a algumas drogas, traumatismo craniano e cirurgias cerebrais. Apenas as meningites bacterianas e virais são contagiosas.

Sintomas

Os principais sintomas consistem em febre alta, dor de cabeça, pescoço rígido, confusão mental, vômitos, convulsões, fotosensibilidade e falta de apetite

Riscos

A meningite bacteriana é o modo mais perigoso da doença. Esta meningite costuma ser causada pelas bactérias Streptococcus pneumoniae, Haemophilus influenzae ou Neisseria mengitidis. Atualmente, a Neisseria mengitidis, também conhecida como meningococo, é a principal causa de meningite bacteriana em crianças e adultos. Algumas doenças de origem bacteriana, como a sífilis e a tuberculose, também podem complicar, evoluindo com acometimento meníngeo.

O tratamento deve ser imediato por meio de antibióticos intravenosos e medicamentos de cortisona, para reduzir o risco de futuras complicações.

A meningite também pode ser causada por vírus, porém é menos fatal que a bacteriana. Pode ser transmitida de pessoa para pessoa e não existe um antiviral específico para a enfermidade.

Doenças como HIV, herpes, caxumba e citomegalovírus podem ser fatores de risco para contrair a meningite viral.

Para meningite viral muitas vezes o tratamento é dispensável, pois a doença costuma desaparecer sozinha após algumas semanas. Geralmente, os únicos meios de terapia indicados pelo médico são repouso, ingestão de muita água e o uso de medicamentos para aliviar as dores. Em casos específicos, o médico pode receitar também um antiviral.

A meningite fúngica é a forma mais rara, geralmente é resultado da propagação de um fungo através do sangue para as meninges. A meningite fúngica é típica de pacientes imunodeprimidos, como portadores de AIDS ou câncer.

Quando o caso é de meningite fúngica, o tratamento é feito via fungicidas. Para tratar meningite crônica, o tratamento indicado é o mesmo do de meningite fúngica, já que esta é a única forma de meningite que pode levar ao quadro crônico da doença.

 

 

 

Leave a Comment

Your email address will not be published.

You may also like