O que define morte encefálica?

By

Morte encefálica é a definição legal de morte. É a completa e irreversível parada de todas as funções do cérebro. Isto significa que, como resultado de severa agressão ou ferimento grave no cérebro, o sangue que vem do corpo e supre o cérebro é bloqueado e o cérebro morre.

Uma pessoa com morte encefálica pode melhorar e reverter esse quadro?

Após a morte encefálica, o paciente não possui perspectivas de melhora, uma vez que ocorre a ausência irreversível das funções neurológicas. Quando o diagnóstico de morte encefálica é comprovado, o paciente é considerado morto.

Muitas pessoas recusam-se a acreditar na morte após esse diagnóstico, entretanto, não há mais chances de recuperação. Apesar de o coração ainda bater em virtude da ventilação artificial, ele não é mais capaz de realizar suas funções sozinho, assim como o restante do corpo.

Como a morte encefálica é diagnosticada?

Um paciente é dito em morte cerebral quando apresenta ausência total de reflexos, sendo sustentado somente pela ajuda de aparelhos. Assim, há ausência da respiração, ausência de reação a estímulos dolorosos, pupilas não reagentes e eletroencealograma isoelétrico (sem apresentar ondulações). Não deve haver hipotermia e hipotensão. O paciente em morte encefálica pode, eventualmente, realizar movimentos involuntários devidos à atividade reflexa medular.

Qual a diferença entre morte cerebral e coma?

O coma pode evoluir para uma morte cerebral, mas eles são quadros totalmente diferentes. Um coma é qualquer quadro em que há rebaixamento da consciência, mesmo que ela seja intercalada com períodos de despertar do paciente (o chamada coma superficial).

Já no coma profundo o paciente fica por mais longos períodos em rebaixamento da consciência, mas ainda há atividade cerebral e ele pode até mesmo perceber estímulos ao seu redor. Na morte encefálica o cérebro já não tem mais nenhuma atividade.

O que pode causar a morte encefálica?

Politraumatizados com TCE;

Acidente vascular cerebral (AVCH /AVCI);

Tumores cerebrais primários;

Anóxia cerebral (afogamentos, pós-parada cardiorrespiratória);

Intoxicação exógena.

Hora da morte

Muitas pessoas confundem a hora da morte do indivíduo como se este realmente morresse apenas com o desligamento dos aparelhos. No entanto, oficialmente no laudo médico e atestado de óbito, a morte da pessoa é declarada no momento em que é confirmada a sua morte cerebral, mesmo que depois disso os outros órgãos ainda fiquem funcionando por dias.

Leave a Comment

Your email address will not be published.

You may also like