O que consiste o exame de processamento auditivo central (PAC)?

By

O Processamento Auditivo Central é a capacidade que o cérebro tem para usar a informação que chega pelos ouvidos, ou seja, “é aquilo que o cérebro faz com aquilo que o ouvido ouviu”. Ele representa habilidades auditivas desenvolvidas desde o nascimento (localizar o som, focar a atenção em um som e ignorar outros, discriminar um som do outro, memorizar sons sequenciais etc.).

Algumas pessoas têm dificuldade em realizar estas habilidades, o que provoca desatenção, dificuldade de concentração, compreensão e aprendizagem em qualquer idade, o que é considerado um transtorno de processamento auditivo central.

Por que o transtorno do processamento auditivo central acontece?

O transtorno do processamento auditivo pode ser provocado por múltiplas causas. As mais comuns são os problemas origem genética, lesões cerebrais por anóxia ou traumatismo craniano, além da presença de outros distúrbios neurológicos atraso maturacional das vias auditivas do Sistema Nervoso Central ou por envelhecimento natural do cérebro. A maior parte dos diagnósticos da doença costuma ser feita em crianças e idosos.

Qualquer alteração neurológica que afete regiões do cérebro ou do sistema nervoso central responsáveis pela discriminação e processamento auditivo pode levar ao distúrbio. Isto incluí tumores, AVCs e doenças desmielinizantes como a esclerose múltipla. Perdas auditivas não tratadas ou aquelas em que o indivíduo demora para reabilitar (por exemplo, demorou para começar a usar um aparelho auditivo) podem levar à disfunção do PA como uma sequela da privação sensorial.

Importância de audição

As habilidades auditivas são fundamentais para o processo de aquisição dos sons da fala, alfabetização, atenção e memória. Por isso a avaliação do processamento auditivo tem sido cada vez mais solicitada pela escola, pediatras, otorrinolaringologistas, neurologistas psicopedagogos e fonoaudiólogos que fazem a diagnóstico e terapia dos transtornos de linguagem e aprendizagem.

Indicações para realizar a avaliação do PAC

Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH), crianças com dificuldade de alfabetização, síndromes e alterações no desenvolvimento, fala muito: O que? Hã? , desatenção, problemas de Fala, leitura ou escrita, dificuldade para entender a fala em ambientes ruidosos.

De que maneira a desordem do processamento auditivo pode impactar no desempenho escolar de crianças?

Uma criança que escuta mal, que se confunde ou que não consegue prestar atenção no que o professor fala apresenta um grande risco de aprender errado, ou pior, não aprender. O processo de alfabetização é totalmente dependente de uma boa escuta, afinal a escrita nada mais é do que a representação gráfica dos sons da fala e, para que este processo ocorra da melhor forma possível.

Leave a Comment

Your email address will not be published.

You may also like