Qual a diferença entre eletrocardiograma e ecocardiograma?

By

A principal diferença entre eletrocardiograma e ecocardiograma é que o eletrocardiograma é um exame focado e registrar as variações dos potenciais elétricos produzidos pela atividade elétrica do coração, enquanto que o ecocardiograma examina a estrutura e o funcionamento do coração através de ultrassonografia.

Como são feitos esses exames?

Eletrocardiograma: O eletrocardiograma é usado para avaliar o ritmo do coração e o número de batimentos por minuto, permitindo ao médico identificar arritmias cardíacas (alterações do ritmo do coração) e distúrbios na condução elétrica deste órgão.

O paciente recebe eletrodos em regiões determinadas no peito, nos braços e pernas. Cada batimento do coração é captado pelos eletrodos, enviado a uma máquina que registra os sinais em um papel, em formato de gráficos, com o auxílio de agulhas. Caso haja alguma doença, como sopros ou até infarto, estes gráficos, que são interpretados pelo médico, ficam alterados.

Apesar de não haver contraindicações, o resultado do exame pode não ser confiável em caso de pessoas que não conseguem ficar paradas, como tremores ou Parkinson, por exemplo.

Ecocardiograma: Quando o aparelho de ultrassonografia emite o som de alta frequência (acima de 20.000 ciclos por segundo), muito além da capacidade humana de audição, ele capta o retorno dos ecos e transforma em imagem para o médico analisar.

Um transdutor deslizado sobre o peito do paciente direciona essas ondas para estruturas do coração do paciente e capta o eco delas, transformando-o em imagens e fluxos coloridos do sangue que passa por ele.

A ecocardiografia pode fornecer imagens estáticas ou em movimento dos músculos e das válvulas cardíacas, dá a possibilidade de medir o tamanho do coração, analisar sua força de bombeamento do sangue, e o mapeamento em cores do fluxo sanguíneo pela técnica Doppler, permitindo identificar a direção e velocidade do fluxo sanguíneo no interior das cavidades cardíacas, entendendo se está ocorrendo um estreitamento ou alargamento das válvulas cardíacas.

O exame também pode ser realizado no feto em gestação, permitindo um diagnóstico muito precoce de eventuais anomalias cardíacas e possibilitando intervenções ainda no interior do útero.

Por tratar-se de um exame que não apresenta efeitos colaterais, de custo relativamente baixo e de fácil operacionalidade e transporte, o ecocardiograma tem grande destaque na cardiologia moderna.

Leave a Comment

Your email address will not be published.

You may also like